E3 2011: Detalhes sobre o novo jogo do Homem Aranha


Spider-Man: Edge of Time  é a tentativa da Activision de transformar Spider-Man: Shattered Dimensions, de 2010, em uma série anual. E isso é, obviamente, ruim. Pois apesar das tentativas de diferenciar os dois jogos, é impossível ignorar que eles são simplesmente idênticos em vários aspectos.

Analisando friamente, Edge of Time é Shattered Dimensions com dois Homens-Aranha em vez de quatro. Mas ter menos aranhas não é um problema. O problema é que o enredo de Edge of Time simplesmente imita modelo do jogo de 2010.

Os aranhas de Spider-Man: Edge of Time não vivem em dimensões paralelas – eles são conectados através de… viagens no tempo. Alan Sloane, inimigo do Homem-Aranha de 2099, volta no tempo para criar seu império tecnológico, a empresa Alchemax. Ela se torna ainda maior do que originalmente era, já que foi fundada muito antes do que deveria ter sido. O outro objetivo de Sloane, como qualquer pessoa que já assistiu um filme da série Exterminador do Futuro já deve ter adivinhado, é matar a inspiração para seu rival no futuro, o Homem-Aranha contemporâneo. Com a viagem no tempo de Sloane, os dois heróis se tornam capazes de se comunicar diretamente (como? por que? nem ideia). Então eles trabalham juntos para manter o atual Homem-Aranha vivo e derrubar a Alchemax.

A maior inovação de Edge of Time é que Peter Parker e Miguel O’Hara (o futuro Homem-Aranha) devem se comunicar para navegar na traiçoeira linha do tempo em constante mudança. Às vezes, um vai fazer algo que cria um sério problema para o outro, mudando alguma coisa para a pior.

Infelizmente, com base na demonstração da Activision, esses dilemas parecem se manifestar sempre da mesma forma: um Homem-Aranha está incapacitado e à beira da morte, por alguma razão, e o outro precisa cumprir uma missão para salvá-lo. Em outras palavras, não há nenhuma diferença nas mecânicas de jogo, simplesmente essa solução para adicionar uma dose variada de urgência à sequência dos objetivos.

A “jogabilidade” também está muito parecida com o último jogo, e parece ainda mais limitada. Sem as sequências de furtividade do Homem-Aranha Noir de Shattered Dimensions, o novo jogo se transforma em uma pancadaria em tempo integral. O combate é quase exatamente o mesmo, exceto pelo fato de que ambos os aranhas receberam modos especiais mais poderosos.

O aranha atual pode agora usar “hiper sentido-aranha” para tornar-se, basicamente, invencível por alguns segundos. Isso é usado para ajudar a escapar de armadilhas e outras ameaças. Já Spider-Man 2099 tem uma “visão acelerada”, que é uma combinação da camêra lenta de Matrix e da mecânica de “última posição”, retirada diretamente de Splinter Cell: Conviction. Basicamente, você corre e golpeia os inimigos enquanto eles lentamente tentam eliminar o que parece ser um holograma de você. O novo recurso de combate é o túnel do tempo (que pode ou não ter sido retirado diretamente do Video Show da Globo), um ataque de área habilitado com a coleta esferas formadas pelo “rasgo” no tecido do tempo.

Apesar de estar cheio de erros, Spider-Man: Shattered Dimensions era um bom jogo e merecia uma continuação – desde que os problemas fossem corrigidos. No momento, eu duvido que a desenvolvedora Beenox seja capaz de mudar o jogo, seja para melhorá-lo ou inovar. O resultado não são “dimensões aniquiladas”, mas “expectativas arruinadas”.

Spider-Man: Edge of Time chega no segundo semestre deste ano, seja isso bom ou ruim.

Tags: ,

About rodgames

Um jogador das antigas, que ainda continua na ativa no mundo dos videogames!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: